11 de jan de 2010

Curioso

Certas coisas me supreendem, principalmente sobre o corpo humano.
Ontem na minha última prova de vestibular passei por uma experiência mega bizarra que me deixou super puta, momentaneamente.

Com um azar que me persegue, o ar condicionado da minha sala estava ruim e na sala tinham mais de 30 candidatos. Ou seja, inferno total. E como uma boa menina isolada sentei no pior lugar para um sala enorme e sem ar, no canto da sala encostada na parede.
Eu estava pingando de suor e mega estressada (acredite, o calor tem um poder negativo absurdo sobre mim) e o pior que eu não podia mudar de lugar, estava lotado aquele côcô.

A minha única saída era me abanar com um papel que eu tinha livre nas mãos.
Mas aí que entra o fato curioso: EU NÃO CONSEGUI ME ABANAR E ESCREVER AO MESMO TEMPO. QUE ÓDIO! (me abanar com uma mão e escrever com a outra, claro)
E eu precisava muito dessa habilidade naquele momento.
Como era uma prova discursiva de exatas, sempre que eu tinha alguma idéia de conta ou resolução eu tinha que escrever senão eu esquecia, só que o calor de tanto me estressar me desconcentrava e eu acabava esquecendo a porcaria da conta que eu ia fazer.
Se eu conseguisse tal habilidade, seria tudo mais simples. Não digo mais fácil, mas seria com certeza menos estressante.

Ô bosta. Agora já foi né. E seja o que Deus quiser, Amém.

Beijo e um queijo

Nenhum comentário: